30 de dezembro de 2014

Três notas sobre o cotidiano

Dezessete de dezembro de 2014 

Há um mês, minha família comprou uma calopsita, o pássaro. Desde então, a pobre coitada é obrigada a ouvir, quase ininterruptamente, o hino da Ponte Preta, gravado em forma de assovio. Coisa de gente fanática... A esperança é que ela venha a reproduzi-lo, com beleza - o que inegavelmente vem tentando. Apenas julgo um seu malogro: no lugar do hino da Ponte, suspeito estar a coitadinha cantando a introdução do Hino da Pátria!

Dezoito de dezembro de 2014

Mil vivas aos casais que dão amassos nos cantos das estações de metrô, enchendo de amor as noites dos paulistanos!

Trinta de dezembro de 2014

O fim de ano e a tendência que temos para arrumar gavetas.

Nenhum comentário: