6 de janeiro de 2014

Elucubrações de férias

Há quem diga que as Pipocas Nhac são o alimento mais viciante do planeta. O segredo é simples. Em meio à sacola vermelho-transparente, a cada 3 pipocas, apenas 1 é a ideal: sequinha, crocante e docinha. As demais são detestáveis. Mas a busca incessante pela boa conduz a uma sucessão interminável de mãozadas. São verdadeiras empreitadas saco de pipoca adentro, tão mais afoitas conforme o mesmo vai se esvaziando. A mão se vê obrigada, então, a vasculhar cada vez maiores profundidades, melando-se inteira, não raro também o punho. E não adianta prometer que será a última mãozada. Lamber os dedos  ao mesmo tempo um prazer e um instinto higiênico  somente os levarão a que se sujem ainda mais na próxima imersão, é inevitável. Tudo o que se deve fazer é seguir comendo, em busca do terço ideal. O finzinho do saco, com as migalhas e o puro açúcar, é perdição completa.

Há quem discorde da informação. Para muitos, a comida mais viciante do universo não são as Pipocas Nhac, mas os biscoitos de polvilho. A cada 3 deles, 3 costumam ser excelentes, e as consequências disso são agonizantes.

Nenhum comentário: