21 de fevereiro de 2012

lemintski

lemintski

nipo-polaco-afro
do mundo
da palavra

abro o livro
e
mortemesafo
uma conquista

permanentemente
meu leminski é trotskista


o velho leon e natália em coyoacán
Paulo Leminski

desta vez não vai ter neve como em petrogrado aquele dia
o céu vai estar limpo e o sol brilhando
você dormindo e eu sonhando

nem casacos nem cossacos como em petrogrado aquele dia
apenas você nua e eu como nasci
eu dormindo e você sonhando

não vai mais ter multidões gritando como em petrogrado aquele dia
silêncio nós dois murmúrios azuis
eu e você dormindo e sonhando

nunca mais vai ter um dia como em petrogrado aquele dia
nada como um dia indo atrás do outro vindo
você e eu sonhando e dormindo