24 de dezembro de 2008

Bom Natal a todos nós e que, em 2009, tenhamos um pouco da ironia de Carlos Drummond de Andrade.

O que fizeram do Natal

Natal.
O sino longe toca fino.
Não tem neves, não tem gelos.
Natal.
Já nasceu o deus menino.
As beatas foram ver,
encontraram o coitadinho
(Natal)
mais o boi mais o burrinho
e lá em cima
a estrelinha alumiando.
Natal.

As beatas ajoelharam
e adoraram o deus nuzinho
mas as filhas das beatas
e os namorados das filhas,
mas as filhas das beatas
foram dançar black-bottom
nos clubes sem presépio.

2 comentários:

Victória disse...

Sugiro uma primeira postagem deste ano!

s3rr@n3ns3 notícias disse...

pepe paraçe coisa da vovo ines
kkkkk
bj biel
da uma olhada no meu blog