11 de novembro de 2008

É bem melhor!


Li uma pequena biografia sobre Chico Buarque. Chama-se Tantas Palavras e é de Humberto Werneck.

Em certo momento do livro, o autor nos conta que, com o surgimento do movimento Tropicalista, nos anos 60, a relação entre o então jovem cantor Chico Buarque e seus amigos que passaram a fazer parte do movimento foi estremecida. Os tropicalistas diziam que Chico era conservador, passadista. Em certo momento, seguindo a tendência de críticas, Tom Zé, um dos grandes nomes do tropicalismo, declarou que respeitava Chico, "afinal, ele é nosso avô." Acontece que, tempos depois, Chico, em um artigo seu, respondeu que "nem toda loucura é genial, como nem toda lucidez é velha". Afirmação que, diga-se de passagem, é muitíssimo verdadeira. Acredito que, depois dessa afirmação, Tom Zé deve ter reagido somente coçando os cabelos e pensando: "Féla-da-puta!"

A verdade é que eu conheço pouco da produção do Tom Zé, assim como a de todos os tropicalistas. O Chico, venho conhecendo melhor desde que li sua biografia. Mas travo, aqui em casa, uma briga interna, uma rivalidadezinha boba, com o meu irmão. Para mim, Chico é disparadamente melhor do que o Tom Zé. Para ele, o contrário. E toda vez que eu conto a história dessa "troca de farpas" entre os dois, ele fica louco da vida, não querendo reconhecer o óbvio: Chico é bem melhor.

3 comentários:

Daniel Serrano disse...

Eu não disse que o Cláudio Pitbull era melhor que o Tévez!!!

Veja bem, digo ter o Tom Zé o toque do gênio. Não que falte ao Chico, mas... não sei explicar. E não acho Tom Zé de longe melhor que o Chico. Acho que a briga é boa. Embora o Tom ganhe. Fácil.

Lívia disse...

mas que engenhreiros é melhor que o Lobão, é!...

Daniel Serrano disse...

sobre isso nem se discute.