16 de setembro de 2008

Mas é cada uma!

Os candidatos a vereador não chegam a ter 10 segundos para a exposição de suas "propostas" no horário eleitoral da tevê. Em meio aos muitos candidatos comuns (pois existem alguns que, mais fodões, provavelmente políticos influentes e cheios da grana, ou suas proles, têm mais tempo na televisão), duas candidatas me chamaram a atenção. Agora não lembro seus nomes, mas lembro o que, de fato, me motiva a escrever aqui: suas palavras.

Candidata 1 - "Contra o preconceito aos homossexuais, o preconceito social e pelos taxistas." Taxistas? O que essa vereadora, se eleita, faria se encontrasse um taxista homofóbico?

Candidata 2 - "Com o povo, pelo o povo e pelos diabéticos." ???. !!!. O começo tava lindo, poético. Mas e esse fim desconexo? Meu Deus!

Estou pensando em me candidatar também. Sem querer copiar a iniciativa tomada pelo blog do meu irmão, Daniel, em que houve o lançamento da candidatura do PQP. Mas acredito que meu poder de oratória poderá convencer eleitores nos menos de 10 segundos. Algo como: "Por moradia, saneamente básico e pelos blogs". Não sei. É só uma idéia ainda, que deverá amadurecer. Aceito Dicas.

2 comentários:

Daniel Serrano disse...

Que tal "Por saúde, educação e mais toddynhos!!!"?

Victória disse...

O seu poder de oratória é incontestável, mas tem uma palavra-chave que não pode faltar no seu discurso, algo que já está no seu espirito desde sempre:
"pelo EMPREENDEDORISMO!"

Aí você pode casar com qualquer outras duas palavras que vai ótimo, mas não esquece!